Idioma:

Fone (54) 3327-3638 | ic@ic.ind.br | Passo Fundo - RS


Notícias e Novidades


Setor de Ferramentas Revela Otimismo para 2013


(16/12/2012) - Na semana passada, o site Usinagem-Brasil contatou várias empresas de ferramentas de corte para saber as expectativas do setor com 2013. Talvez o termo mais adequado para classificar o sentimento seja otimismo moderado. Na opinião da maioria das empresas ouvidas pelo site, haverá recuperação gradativa ao longo do próximo exercício.

Salvador Fogliano, diretor-presidente da Walter do Brasil, por exemplo, diz não esperar grandes mudanças no mercado logo início de 2013. “O ano deve começar num ritmo semelhante ao deste último trimestre de 2012. O aumento da atividade pode se dar a partir do meio do segundo trimestre ou no início do segundo semestre”, observa.

Jorge Jerônimo, diretor-geral da Guhring Brasil, também acredita numa retomada em 2013, mas num ritmo lento, movida em grande parte pelos incentivos criados pelo governo para estimular a economia. Apesar disso, diz que a filial brasileira estabeleceu metas ousadas de crescimento para o próximo ano, que serão alcançadas graças à estratégia implementada nos últimos 18 meses, baseada em novos produtos e novas linhas que irão permitir à empresa explorar novos segmentos de mercado.

“O mercado tende a reagir em 2013”, afirma Paulino da Silva Bueno Jr, gerente nacional de Vendas da Mitsubishi Materials, acrescentando que a filial brasileira está com expectativa bastante otimista para 2013. Segundo o gerente, a empresa está confiante que haverá forte recuperação do setor de caminhões e autopeças  - que têm grande participação do faturamento da empresa -, assim como na expansão do setor de óleo e gás, fomentada por incentivos governamentais.

Valdir Reis, gerente Comercial da Tungaloy, avalia que dificilmente 2013 poderá ser pior que 2012, que se caracterizou por fortes e constantes oscilações. “Estou otimista. 2013, além de ser um ano melhor em termos de negócios, será mais estável”, avalia. O gerente ressalta, no entanto, que na condição de empresa iniciante no mercado brasileiro 2012 foi um ano positivo, com destaque para a conquista de novos clientes. “Exigiu muito trabalho e dedicação, mas desde outubro já estamos acima do faturamento obtido em 2011”.

“Minha expectativa para 2013 é muito positiva”, afirma Hélio Galheta, presidente da TaeguTec, frisando que sua avaliação toma por base as previsões que tem ouvido dos clientes da empresa. O executivo espera aumento de demanda em vários setores, especialmente no automobilístico, de máquinas e implementos agrícolas, ferroviário, de energia e caminhões e ônibus. “Estimamos crescimento de 15% em 2013”, afirma.

José Luiz Marcandalli, gerente-geral da Komet do Brasil, prevê que a indústria brasileira apresentará leve crescimento em 2013, entre 2% e 3%. Em sua opinião, os melhores desempenhos setoriais devem vir das áreas de energia eólica e óleo e gás, “que agora está começando a fabricar os equipamentos para o pré-sal”. No entanto, com os investimentos realizados pela Komet em 2012, em especial a fábrica de PCD, que acaba de entrar em operação, acredita num aumento de cerca de 25% no faturamento da filial.

Newsletter

Acompanhe as novidades do mercado
com noticias da IC, cadastre seu e-mail:


Copyright ® 2013 IC Usinagem Industrial Direitos reservados. Parceria Sistemas
Endereço:
Rua Livramento 150 - Bairro Boqueirão
CEP 99025-500 - Passo Fundo - RS
E-mail: ic@ic.ind.br
Fone (54) 3327-3638
(54) 3311-4488
Celular (54) 9932-4468
Mídias Sociais:
Facebook IC Instagram IC Linkedin IC